03MAR

Chamada para submissão

A Revista de Criminologias Contemporâneas recebe submissões em fluxo contínuo. Até 30/04/2021 estaremos aceitando manuscritos para possível publicação no vol.1 n.2 (jul/dez 2021). As normas de submissão estão na aba "Instruções e políticas" do site ou clicando aqui.

REVISTA DE CRIMINOLOGIAS CONTEMPORÂNEAS
http://www.rcc.periodikos.com.br/instructions
REVISTA DE CRIMINOLOGIAS CONTEMPORÂNEAS

Instruções e Políticas

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.

  • A contribuição é original e inédita, e não está sendo avaliada para publicação por outra revista; caso contrário, deve-se justificar no corpo do e-mail de submissão. No entanto, A RCC aceita a submissão de artigos que tenham sido depositados como preprint, desde que estejam armazenados em plataformas confiáveis, como Scielo Preprints, SSRN, e OSF.
  •  O arquivo da submissão está em formato Microsoft Word ou OpenOffice.
  •  URLs e DOIs para as referências foram informadas quando possível.
  •  O texto está em espaçamento 1,5; usa uma fonte de 12-pontos; emprega itálico em vez de sublinhado (exceto em endereços URL); as figuras e tabelas estão inseridas no texto, não no final do documento na forma de anexos.
  •  O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores.

Diretrizes para Autores

  1. As submissões devem ser realizadas exclusivamente através do e-mail revista@crimlab.com.
  2. O trabalho a ser submetido encontra-se formatado de acordo com as Normas de Submissão da RCC? Orientações completas podem ser obtidas Diretrizes para Publicação.
  3. No campo assunto devem constar o tipo de texto e o título completo do manuscrito (ex.: Artigo - Título do manuscrito; Resenha - Título do livro resenhado).
  4. O arquivo está livre de vírus?
  5. Os nomes dos autores não devem constar no arquivo submetido, apenas no corpo do e-mail de submissão.
  6. Todas as informações de autoria foram removidas das propriedades do arquivo.
  7. O corpo do e-mail deve conter: Nome completo dos autores, titulação, afiliação (até no máximo 2, em caso de estudante, informar o curso e instituição a que está vinculado), atuação profissional (opcional), links para o Currículo Lattes e ORCID e e-mail para contato: .
  8. São permitidos o máximo de 5 autores por artigo, 2 por resenha e 1 por ensaio.
  9. O trabalho a ser submetido encontra-se com as citações e referências de acordo com as normas da ABNT.

Declaração de Direito Autoral

Esta revista continua sendo detentora dos direitos autorais dos artigos publicados. Para serem publicados, os autores devem assinar a Carta de Transferência de Direitos Autorais, que é enviada aos autores por e-mail, concedendo direitos, inclusive na tradução, à RCC. A revista concede a terceiros o direito de usar, reproduzir e compartilhar o artigo de acordo com o contrato de licença da Creative Commons (CC-BY-NC-CA 4.0), conforme declarado nas versões em formato PDF do artigo.

Dizretrizes para Publicação

Ineditismo: é imprescindível que o artigo/resenha/ensaio submetido seja inédito. Caso o autor (a) submeta o mesmo material a outro periódico e receba confirmação de publicação antes da publicação nesta revista, deverá comunicar imediatamente.

Idioma: Português, inglês ou espanhol.

Nº de páginas: de 15 a 25 (artigos) – 5 a 10 páginas (ensaios e resenhas críticas)

Papel: A4

Margens: 3 cm à esquerda e acima – 2 cm à direita e abaixo

Fonte: Times News Roman – Tamanho 12 para o corpo e 10 para citações longas e notas de rodapé explicativas (ver observação sobre a utilização deste recurso).

Título: em português e o idioma escolhido para o abstract, centralizado, em maiúsculo e negrito.

Apresentação do (a) (s) autor (as) (es): Não deverá ser mancionada autoria no arquivo submetido.

Resumo e Abstract: até 300 palavras com espaçamento simples e sem recuo.

Palavras-chave e Keywords: entre 3 e 5 separadas por ponto-e-vírgula.

Estrutura: os artigos e os ensaios devem apresentar a seguinte estrutura textual:
a) Introdução
b) Desenvolvimento – no caso dos artigos pode ser subdividido de acordo com o desejado pela (a) autor (a).
c) Considerações Finais
d) Referências

As resenhas críticas devem apresentar a seguinte estrutura:
a) Identificação da obra resenhada
b) Breve apresentação do autor resenhado
c) Desenvolvimento
d) Considerações finais do (a) autor (a) da resenha
e) Lista de referências

Espaçamento entre linhas: 1,5 para o corpo e 1,0 para citações longas, resumo e lista de referências.

Alinhamento: justificado sem recuo em início de parágrafo.

Destaques (grifos): as palavras, quando estritamente necessário, devem ser destacadas em itálico, assim como as palavras em outro idioma ou estrangeiros.

Notas de rodapé explicativas: sugere-se moderação na utilização deste recurso.

Sistema de Chamada de Referências: deve ser utilizado o sistema autor/data, padrão ABNT, conforme exemplos:

Conforme Agamben (2019, p. 23) “O problema do estado de exceção apresenta analogias evidentes com o direito de resistência”. “O problema do estado de exceção apresenta analogias evidentes com o direito de resistência” (AGAMBEN, 2019, p.23).

Lista de Referências: deve obedecer ao padrão ABNT de composição, conforme exemplos abaixo, ao final do texto, com espaçamento simples, com distanciamento duplo e alinhamento justificado: Obs.: Somente incluir nome do tradutor se citar o título original da obra.

a) Livro
AGAMBEN, Giorgio. Estado de Exceção (Stato di Eccezione). Tradução: Iraci D. Poletti. 2. ed. 7. reimp. São Paulo: Boitempo, 2019.

b) Capítulo de Livro
BARROS, Celso Rocha. Uma história de dois azares e um impeachment. In: Democracia em risco?: 22 ensaios sobre o Brasil hoje. p. 71 – 82. São Paulo: Companhia das Letras, 2019.

c) Artigo em Revista Impressa
ADORNO, T. W.; FRENKEL-BRUNSWIK, Else; LEVINSON, Daniel J.; SANFORD, R. Nevitt. La personalidad autoritaria. Prefaciado por: Max Horkheimer. Empiria – Revista de metodologia de Ciências Sociales. Facultad de Ciencias Políticas y Sociología. Departamento Sociología I/Madrid. n. 12. jul-dez/2006, p. 155 - 200. ISSN: 1139-5737.

d) Artigo em Revista Eletrônica
KORSTANJE, Maximiliano E. Surgimiento y expansión de los “Death-Seekers”. Empiria – Revista de metodologia de Ciências Sociales. Facultad de Ciencias Políticas y Sociología. Departamento Sociología I/ Madrid. n. 47. may-ago/2020, p. 21 – 41. Disponível em: https://doi.org/10.5944/empiria.47.2020.27423. Acesso em: 03 ago. 2020. ISSN Eletrônico: 2174-0682.


RCC

Share this page
Page Sections